Opiniões de leitores e críticos literários sobre as obras de Helen Dantas

“A qualquer momento, tenho de três a quatro livros que estou lendo vagarosamente, escolhendo um como o humor mais adequado para mim. Mas não para “Dois Mundos: Uma Só Mulher (Unveiling the Truth)”! Quando comecei, não quis deixar de lado.
Helen Dantas escreveu seu primeiro romance na terceira pessoa, interpondo algumas cartas entre amigos e familiares. A história começa com uma jovem que decide deixar sua família e sua casa para uma grande aventura. Com cuidado, as décadas de sua vida são reveladas.
Dois Mundos: Uma Só Mulher (Unveiling the Truth)” é uma história muito pessoal sobre os desafios nos relacionamentos, o que nos leva a eles, o que nos mantém neles e o que pode separá-los. Dito isto, esta é uma história contada como alguém ouviria de um amigo que precisava de um ouvido, alegria silenciosa, realidade moderada e desespero silencioso.
Fiquei cativado pela história porque é muito pessoal e simplesmente contada. Não existe uma conclusão mágica, mas vale a pena a leitura e o pico por trás do véu do próximo e, talvez, até em trajes diferentes, atrás do nosso. Eu gostei muito desta história.”
Louise Beaulieu-Steiner


Uma história de amor e conflitos culturaisonde vemos uma Beatriz representando outras tantas. Uma narração agradável, leve, simples e romântica que faz com que tenhamos a sensação de que o final do livro chegou rápido demais. Agora é esperar o próximo livro.
Cliente Amazon


Livro prende a atenção do leitor, pois a história é muito interessante por mostrar estes 2 mundos vividos pela protagonista.
Ana Maria Lopes de Sá


Este livro é uma narrativa fluente e sedutora que nos deixa inquietos diante do desenlace de situações sempre surpreendentes. Tudo é muito vivo e dinâmico a ponto de transformar o leitor em testemunha ocular da estória contada. Queremos mais, Helen!
Benedito José


Nem o amor pode sobreviver as diferenças entre as culturas. Dois Mundos: Uma Só Mulher (Unveiling the Truth) foi escrito com muita emoção e sinceridade. Um casamento entre pessoas de religiões e culturas diferentes, um assunto que é muito difícil de ser abrangido. A autora conseguiu desenvolver uma história tocante e interessante ao expor as situações diárias que fazem a vida dificilíssima em conjunto quando as pessoas envolvidas são de mundos opostos. Algumas vezes, nem o amor é suficiente para superar as diferenças culturais. Eu recomendo a leitura deste livro.
Cliente Amazon


Este livro explora as dificuldades existentes em um relacionamento entre pessoas de culturas diferentes. Um casal de origem completamente diferente, se encontraram enquanto estudavam inglês em um terceiro ambiente cultural. Com o passar do tempo eles tentaram acomodar os seus diferentes pontos de vistas, mas ficou óbvio que estas tentativas trouxeram muita opressão. Decisões difíceis tiveram que serem tomadas. A autora é muito convincente fazendo impossível você parar a sua leitura.
Cliente Amazon


Uma ótima leitura! Helen Dantas faz um excelente trabalho ao mostrar os desafios enfrentados não apenas em chegar em um novo país, mas em se achar em um difícil casamento. Os problemas culturais que a protagonista sofre é semelhante aos problemas encontrados na sociedade atual. Dantas lida de uma maneira delicada, com muito equilíbrio, e mostra situações que para muitos é um mundo desconhecido. Deve ser lido!
Diana Pelenur


Dois Mundos: Uma Só Mulher (Unveiling the Truth) nos da uma grande percepção dentro dos inesperados desafios e mal entendimentos que podem ocorrer dentro de um relacionamento inter-cultural. Apesar da estoria abranger temas sensíveis, ele foi escrito de uma maneira engraçada, divertida que me vez rir em muitas passagens, fazendo que este livro extremamente convincente e difícil de parar a leitura.”Um livro que deve ser lido!
Christiana Martine


Uma história de amor e conflitos culturais onde vemos uma Beatriz representando outras tantas. Uma narração agradável, leve, simples e romântica que faz com que tenhamos a sensação de que o final do livro chegou rápido demais. Agora e esperar o próximo livro.
Claudia Haddad